Select Menu

.

.

Foto Destaque

® Jornal Online SJPNews 2014 ™. Tecnologia do Blogger.

d

d

A Prefeitura de São José dos Pinhais, por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, inaugura nesta terça-feira (31) o Sacolão da Família. Localizado ao lado do Terminal Central em anexo ao Armazém da Família, é aberto a toda população, ou seja, não exige cadastro para fazer compras.
“O Sacolão comercializará legumes, verduras, hortaliças e frutas, com preços até 40% abaixo que os de mercado, isso porque os produtos vêm direto do produtor, sem atravessadores. Em época de crise, essa é uma ótima notícia para quem consome, porque vai pagar mais barato, e também para quem vende, porque vai poder vender mais e obter uma margem de lucro melhor”, afirma Daniella Setim, secretária Municipal de Agricultura e Abastecimento.
Ainda de acordo com a secretária, a Cooperativa Copasol é responsável por gerenciar e abastecer o Sacolão da Família, com o apoio das cooperativas Cooper São José dos Pinhais e Cocastel. “São cerca de 100 famílias de agricultores envolvidos por meio destas cooperativas. A intenção é com o tempo ampliar o número de envolvidos de acordo com a demanda, assim como inaugurar Sacolão da Família em outros bairros. Por enquanto a localização deste primeiro já é acessível a toda a população por ser ao lado do Terminal Central de São José dos Pinhais”.
Além da grande oferta de frutas, verduras, legumes e hortaliças, o Sacolão da Família de São José dos Pinhais terá como diferenciais a comercialização de produtos orgânicos e também de doce de banana produzido na Colônia Castelhanos.
O Sacolão da Família está localizado na Rua Claudino dos Santos, 32. Abre de terça-feira a sexta-feira, das 8h45 às 17h15, e aos sábados das 8h30 às 13h.
Inauguração Sacolão da FamíliaDia: 31/05/2016
Hora: 14h
Local: Rua Claudino dos Santos, 32
Neste dia o Sacolão da Família  já estará aberto à população a partir das 8h30.
Informações: (41) 3381-5824
www.sjpnews.com
www.sjp.pr.gov.br

A instabilidade verificada durante boa parte do feriado deve se manter durante o início da semana no Paraná. Ainda assim, segundo previsão do Simepar, as chuvas serão menos intensas do que as do fim de semana, acontecendo isoladamente, de maneira rápida, principalmente no decorrer da tarde.
Durante este período, as temperaturas mínimas em Curitiba devem variar entre 8°C e 12°C, enquanto a máxima deve ser de 18°C. Em Paranaguá, a variação será de 14°C a 21°C. Nas regiões norte e oeste, as máximas devem ultrapassar os 20°C, chegando a 24°C em Guaíra, Foz do Iguaçu e Jacarezinho na terça (31) e na quarta-feira (1°).
A partir de quinta (2), o tempo deve mudar. “A princípio, tem uma melhora a partir de quinta-feira, quando a chuva fica ainda mais fraca no setor leste. Na sexta-feira (3), predomina a nebulosidade”, diz a meteorologista Vanessa D’Ávila.
Conforme Vanessa, o período mais estável virá com uma queda de temperatura. Em Francisco Beltrão, a mínima será de 5°C e a máxima, de 10°C na quinta-feira. Outras cidades da região Sul, como Rio Negro e União da Vitória terão mínima de 6°C no mesmo dia. Na sexta-feira, a temperatura deverá variar entre 9°C e 16°C em Curitiba, e 12°C e 17°C em Cascavel.
www.sjpnews.com
www.parana-online.com.br

O Brasil caiu uma posição e ficou no 57º lugar entre 61 países na última edição do ranking de competitividade da escola de negócios suíça IMD, divulgado hoje.
É nossa pior posição desde que o ranking começou a ser publicado em 1989. A perda acumulada é de 19 posições desde 2010, quando o Brasil teve seu melhor resultado: 38º.
O Brasil está na frente apenas de 4 países: Croácia, Ucrânia, Mongólia e Venezuela. Neste ano fomos ultrapassados pela Argentina, que subiu 4 posições e ficou em 55º. Em 36º, o Chile é a única economia latino-americana que não está entre os 20 últimos.
“Esse ano pode ter tido a influência de vários fatores, mas o cenário é de declínio constante”, diz José Caballero, pesquisador-sênior do Centro de Competitividade Mundial do IMD.
O estudo considera 340 critérios em 4 pilares: performance econômica, eficiência do governo, eficiência dos negócios e infraestrutura.
Um terço da pontuação vem de uma pesquisa de percepção de executivos, realizada no Brasil pela Fundação Dom Cabral entre janeiro e abril com mais de 200 respondentes.
A má posição do país reflete ao mesmo tempo pioras objetivas pontuais, a perda de espaço relativo na corrida com outros países e também um período interno longo de incerteza e falta de confiança.
“O ano passado foi a primeira vez que o Brasil recuou de nota em relação a si mesmo, e os outros países não estão parados nos esperando”, diz Carlos Arruda, professor da FDC e coordenador do estudo no Brasil.
Na contramão de uma Ásia com declínio relativo de competitividade, Hong Kong lidera o ranking desbancando os Estados Unidos, que caiu para terceiro. Em segundo está a Suíça.
O top 10 é Hong Kong, Suíça, Estados Unidos, Singapura, Suécia, Dinamarca, Irlanda, Holanda, Noruega e Canadá.
Performance Econômica
O Brasil ficou na 55ª posição em "Performance Econômica", uma queda de 25 posições em relação ao seu melhor momento (30º lugar em 2011).
Isso foi um reflexo do cenário dramático da economia brasileira no ano passado, com queda do PIB de 3,8%, inflação de dois dígitos e desemprego em disparada (item que foi de 14º para 43º no ranking geral).
A formação bruta de capital fixo caiu 15 posições e ficou em 59º enquanto a despesa de consumo das famílias despencou 52 degraus.
Por seu tamanho, o Brasil se beneficia em critérios de números absolutos, tais como investimento estrangeiro direto e escala do mercado de trabalho.
Eficiência do Governo
O Brasil ficou em último no pilar “Eficiência do Governo”, com a penúltima posição em critérios como custo de capital, transparência, burocracia, barreiras tarifárias, déficit do governo, regulações de trabalho, finanças públicas e spread de juros.
O cenário de crise ética e institucional pelos olhos do empresariado pode ser vislumbrado claramente: também somos penúltimo lugar mundial em percepção de "transparência" e "propina e corrupção".
Também houve piora sensível no item “risco de instabilidade política” (a pesquisa foi feita durante o desenrolar do impeachment) ao mesmo tempo em que melhorou a percepção de "Justiça".
De acordo com Arruda, isso é fruto de "Operação Lava Jato direto e da percepção nas empresas de que o Judiciário está operando de forma mais independente e eficiente”.
Eficiência dos Negócios
O Brasil chegou a 27ª posição no pilar de Eficiência de Negócios em 2012, mas foi caindo até chegar ao 51º lugar em 2015, onde continuou em 2016.
Isso é reflexo de notas baixas em itens que medem produtividade, práticas corporativas e habilidades da força de trabalho.
“Para competir em uma economia baseada em conhecimento, você precisa ter esse tipo de fundamento, e o que mais me preocupa no Brasil é a capacidade de inovar. As empresas precisam ser flexíveis e ter estratégias que possam mudar dependendo do momento, além de trabalhadores com habilidades particulares”, diz Caballero.
O crescimento real da produtividade brasileira caiu 12 posições em um ano, de 48º para 60º. A produtividade das companhias e dos trabalhadores continuou na mesma posição: 60ª e 58ª, respectivamente. 
Infraestrutura
Na parte de infraestrutura, o Brasil ganhou 7 posições. Parte disso vem da melhora de alguns indicadores, como a infraestrutura aeroportuária e de acesso à água após a seca de 2014.
Também levamos vantagem na nossa porcentagem de energia que vem de fontes renováveis, mass mudanças metodológicas ttiveram impacto importante.
O investimento em telecomunicações, por exemplo, era calculado pela porcentagem do PIB e passou a ser medido pelo gasto de capital agregado, o que favorece países com grande volume.
O Brasil está bem posicionado no nível total de gasto público em educação (9º lugar) e de gasto em saúde (12º lugar), mas patina na nota do sistema educacional (59º) e na infraestrutura de saúde (60º).
De acordo com os pesquisadores, isso revela que o país não aplica os recursos que tem de forma correta e eficiente.
"Isso me diz que o investimento está sendo feito de forma errada. O Brasil precisa de políticas claras e consistentes e de consenso social sobre para onde quer caminhar", diz Caballero.
www.sjpnews.com
www.exame.abril.com.br

O sistema de baixa pressão continua evoluindo em direção ao oeste do Rio Grande do Sul. No Paraná, chove a qualquer hora do dia nesta sexta-feira. Contudo, as chuvas mais fortes são previstas para as regiões Oeste, Sudoeste, Noroeste e Centro-Sul do Estado. Há condições para o registro de temporais localizados principalmente nas regiões Oeste, Sudoeste e Sul do Paraná.
Em Curitiba, há chuviscos localizados e o céu está com nublado. No sábado (28) a previsão é de chuva, e possibilidade de temporal no domingo (29). A instabilidade deve durar pelo menos até a terça-feira (31), mas pode chover até o meio da próxima semana.
As tempraturas máximas não chegam aos 20ºC nos próximos dias na Capital, e as mínimas ficam na casa dos 10ºC. Mas, a partir de 3 de junho, uma massa polar volta a derrubar as temperaturas no Estado. Curitiba deve ter marcas mínimas de 3ºC no dia 3 e 1ºC nos dias 4 e 5 de junho.
www.sjpnews.com
www.bemparana.com.br

O chefe da Polícia Civil, Fernando Veloso, afirmou nesta sexta-feira (27), em coletiva de imprensa sobre o caso de estupro coletivo publicado na web, que há "indícios veementes" sobre o crime, mas que ainda não se pode afirmar se houve ou não estupro. De acordo com ele, o pedido de prisão dos quatro suspeitos identificados até agora ainda está sendo avaliada. O vídeo com o ocorrido mostra a vítima desacordada com órgãos genitais expostos, e um homem que diz que “uns 30 caras passaram por ela”.
Fernando Veloso disse que a polícia deixou a polícia perplexa. "O crime deixou todos perplexos com a capacidade que o ser humano tem de cometer o crime com as características que foi. Deixou a própria polícia perplexa que lida com isso todos os dias", disse. "Há indícios veementes de que houve estupro, mas não podemos afirmar ainda se houve ou não, se que forma houve. Não podemos nos basear no 'ouvi dizer'." 
Veloso ressaltou que apenas "o exame de corpo de delito vai apontar se houve estupro ou não". "O laudo pode trazer uma certeza ou uma dúvida. Pode demandar outra diligência para sanar uma dúvida que surge no próprio lado."
Para Veloso, o caso, contudo, o caso "é um absurdo por si", a começar pela divulgação do vídeo do crime na internet, 
O delegado titular da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI), Alessandro Thiers, disse que tem a localização dos quatro homens identificados por participar ou divulgar o vídeo. "A polícia se preocupa em investigar e buscar a verdade, não só prender." Nenhum dos quatro foi ouvido pela polícia.
A delegada-titular da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), Cristiana Bento, informou que o programa de proteção à testemunha está pronto para ser acionado pela vítima e sua família.
'Não dói o útero e sim a alma'
A adolescente que foi vítima do estupro coletivo desabafou pelas redes sociais. "Todas podemos um dia passa e por isso .. Não, não doi o útero e sim a alma por existirem pessoas cruéis sendo impunes !! Obrigada ao apoio", disse a menina.
Muitas mulheres se mobilizaram para levar o caso para o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) nesta semana, depois que as imagens foram compartilhado nas redes sociais. Foi feita uma denúncia anônima com o vídeo e capturas de tela de publicações, e o MP também recebeu diversas comunicações sobre o caso. 
A conta que inicialmente divulgou o vídeo foi bloqueada do Twitter, após a série de denúncias. A Safernet, organização sem fins lucrativos dedicada à defesa e promoção dos direitos humanos na internet, pede que as imagens não sejam compartilhadas para não expor ainda mais a vítima.
www.sjpnews.com
www.jb.com.br

Milhares de fiéis acordaram cedo nesta quinta-feira (26), em Curitiba, para participar da confecção de tapetes de Corpus Christi. São montados símbolos e figuras regiliosas como Jesus Cristo, da Santa Ceia, do cálice e da Virgem Maria. Veja a galeria de fotos do feriado de Corpus Christi em Curitiba.

Além de flores, serragem, pó de café, materiais reciclados, também foram necessárias muitas luvas, toucas e casacos reforçados para enfrentar o frio de 9ºC registrados nas primeiras horas do dia.
Entre os voluntários para a confecção do tapete no Centro Cívico, está a família de Pedro Cavichiolo. É o segundo ano que ele leva os filhos de três e quatro anos e conta que vale a pena o sacrifício de acordar cedo. “Eles gostam de vir, da bagunça, da serragem colorida. Eles gostam de fazer as figuras”, disse.
“É um momento de celebrar Deus, é um louvor que fazemos a Deus para que ele sempre esteja conosco protegendo a nossa família, as nossas crianças, dando saúde”.
Corpus Christi tem uma importância ainda mais especial para a família de Pedro Cavichiolo. Ele e a esposa se conheceram no mesmo feriado há sete anos. De uma conversa inicial surgiu o namoro e vieram o casamento e os filhos.

O tapete começa na Catedral Basílica de Curitiba, na Praça Tiradentes, e segue até o Palácio Iguaçu. O trabalho dos voluntários começou por volta das 7h. Neste ano, o tapete terá 1,8 mil metros de extensão e deve contar com dois mil voluntários.

“Graças a Deus, até o tempo está ajudando. Só quem está aqui para ver a maravilha que está, principalmente, a renovação da molecada fazendo, trabalhando, para agradecer esse Deus maravilho”, afirmou Luiz Antonio Lenzi, que é coordenador arquidiocesano dos ministros da Arquidiocese de Curitiba e é um dos responsáveis pela organização do tapete.
Cerca de 20 mil pessoas devem participar da missa e da procissão na Avenida Cândido de Abreu. Com o tema  "Santo da Misericórdia da Igreja Católica", a celebração começa às 15h, em frente à catedral, na Praça Tiradentes. A procissão começa a partir das 16h30.
No Santuário Nossa Senhora do Carmo, no bairro Vila Hauer, os religiosos começaram os trabalhos por volta das 2h. O tapete terá 900 metros de extensão. A tradicional missa de Corpus Christi está marcada para começar às 09h, seguida de procissão sobre o tapete.
Ao longo do dia, estão programadas pelo menos outra dez procissões em diversas paróquias da cidade. Confira a programação completa.
O nome Corpus Christi vem do latim e significa “Corpo de Cristo”. A solenidade acontece sempre em uma quinta-feira em alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição do sacramento da Eucaristia.
Durante a última ceia de Jesus com seus apóstolos, ele mandou que celebrassem sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho que se transformariam em seu corpo e sangue. No Brasil, a tradição de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, em Minas Gerais.
Alterações no trânsito
A celebração no Hauer vai alterar o trajeto de algumas linhas de ônibus. As mudanças valem das 2h às 12h. Nesse período, ônibus da Linha Iguape I e da Linha Maringá, que saem do Terminal Carmo, sofrem alterações de trajeto na região próxima.
Na região central, haverá bloqueios no cruzamento da Praça Rio Iguaçu com o início da Av. Cândido de Abreu e Rua Dep. Mário de Barros a partir das 7h. Também haverá bloqueios totais nos seguintes cruzamentos: Rua Mauá com a Rua Campos Sales; pista lenta sentido Centro da Av. João Gualberto com as ruas Augusto Severo e Mauá; Rua Lysimaco Ferreira da Costa com Av. Cândido de Abreu.
Entre 14h30 e 16h30, haverá bloqueios totais na Praça Tiradentes no cruzamento com a Travessa Tobias de Macedo e com a Rua Monsenhor Celso, e no cruzamento das ruas Cruz Machado e Do Rosário.
www.sjpnews.com
www.g1.globo.com.br

Receba nossas notícias!