Select Menu

.

.

Foto Destaque

® Jornal Online SJPNews 2014 ™. Tecnologia do Blogger.

d

d


Estado já fez licitação para pátios da PRF; infraestrutura está pronta, mas burocracia emperra uso de novos espaços para veículos

Com 366 casos de dengue, dez de chikungunya e dois casos de zika vírus confirmados, em intervalo de apenas cinco meses, o Paraná entra no período de maior risco de transmissão sem resolver um dos graves problemas. Pátios de veículos apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), ao longo de 3,8 mil km de rodovias federais, funcionam superlotados com 8 mil veículos e podem esconder criadouros do mosquito Aedes Aegypti.

Por mês, o número de veículos apreendidos no Paraná passa de 20 mil, segundo dados da Secretaria de Planejamento do Estado. Parte dessa frota, está sob responsabilidade da PRF, em pátios anexos improvisados, ao lado das próprias bases.

O alerta para os pátios lotados no Paraná é das entidades que representam os serviços privados de remoção e guarda de veículos. A Aberga (Associação Brasileira das Empresas de Remoção e Guarda e Alienação de Veículos Apreendidos) já encaminhou ofício ao Contran e apresentou um relatório com o panorama dos pátios no país.

O documento também é assinado pela Appagesp (Associação dos Proprietários de Veículos do Estado de São Paulo) e conta com o apoio do SindGuarda (Sindicato Patronal das Empresas Concessionárias e/ou Credenciadas do Serviço Público de Remoção e Guarda de Veículos Automotores do Estado de Minas Gerais).

“Não há como ficar parado. Todos os estados têm que reagir, Poder Público junto com iniciativa privada. Estive no Paraná há pouco tempo e, inclusive, parei para fotografar um pátio da PRF de tão absurda a situação do pátio com veículos para fora, por falta de espaço”, disse Domingos Sálvio Teixeira, presidente do Sindguarda e integrante da associação nacional do setor.

*PARANÁ*

Em vários municípios paranaenses, autoridades em saúde manifestam preocupação com o risco de transmissão de dengue, zika e chikungunya. Em Cascavel, no Oeste do Paraná, o primeiro Levantamento Rápido do Índice de infestação para Aedes aegypti (LirAa), de 2017 apontou taxa média de 1,7% de presença do mosquito nos cerca de 4,4 mil imóveis vistoriados.

A apuração foi feita entre segunda (09) e quarta-feira (11). A diretora da vigilância epidemiológica na cidade, Beatriz Tambosi, admite que o índice está acima do preconizado pelo Ministério da Saúde.

“É considerado ideal, aceitável, até 1%. Estamos acima disso e temos trabalhado bastante para manter a doença sob controle na cidade. Os depósitos de veículos são locais estratégicos para nós”, afirmou.

Em Paranaguá (litoral), onde também funciona pátio superlotado e sob a responsabilidade da PRF, foi registrada a maior epidemia da história no ano epidemiológico entre agosto/2015 a julho/2016: Ao todo, foram quase 16 mil casos e 29 mortes. A secretaria de saúde local não se manifestou sobre o pátio de veículos local.

Para minimizar estes riscos, a Associação Brasileira das Empresas de Remoção defende a realização de licitações, com operação pelo setor privado, e reivindica agilidade na realização de leilões.

“Pátio lotado representa prejuízos aos motoristas, que têm seu bem depreciado; ao Estado, que fica impedido de manter a fiscalização por falta de espaço e também à coletividade, devido às ameaças à saúde pública”, afirma o presidente da Aberga, Vicente de Paulo da Costa Albuquerque.

*BUROCRACIA*


Morosidade e burocracia complicam ainda mais a situação. A Aberga revela que os pátios da Polícia Rodoviária Federal no Paraná, anexos às bases, já deveriam estar desativados. No ano passado, a PRF realizou licitação para contratar empresas especializadas para operar 21 pátios no Estado, em todas as regiões servidas por rodovias federais.

Os espaços foram construídos com investimentos privados (inclusive em Cascavel, Cianorte e Paranaguá). Já estão cercados, têm escritórios, segurança e até mobiliário e computadores, porém recurso apresentado por uma das empresas vencidas na licitação travou o certame.

O caso foi parar no Tribunal de Contas da União (TCU). O órgão rejeitou medida cautelar para interromper o processo licitatório, mas ainda não julgou a concorrência pública em definitivo.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do Tribunal, que confirmou a pendência. “O processo foi enviado para pronunciamento do Ministro José Múcio Monteiro em julho de 2016, desde então, depende da decisão”, afirmou, por telefone, a assessoria do órgão.

A Superintendência da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Paraná informou que, apenas em 2016, realizou seis leilões no Estado. No total, mais de 5,2 mil veículos não retirados pelos proprietários foram negociados nesses leilões.

A polícia negou que as retenções de veículos irregulares pararam de ser feitas. Sobre a licitação, informou que a expectativa é de que esse parecer seja emitido até fevereiro. “Sobre o mosquito transmissor da dengue, os pátios da PRF são fiscalizados pelas administrações municipais como qualquer outro imóvel. A PRF tem apoio de concessionárias de rodovias para evitar o surgimento focos do mosquito”, garantiu nota assinada por Fernando Oliveira, Chefe do Núcleo de Comunicação da PRF no Paraná.


*CARLOS RODRIGUES*
*Comunicação corporativa*
*MTb-SP   47.638-SP*


www.sjpnews.com


A Igreja Ucraniana Santíssima Trindade está localizada na Rua Vereador Domingos Benvenuto Moletta, na Colônia Marcelino (Foto: Edison Renato/PMSJP)
No próximo dia 29 de janeiro (domingo),  a comunidade da Colônia Marcelino realiza a 51ª Festa do Trigo. O evento faz pare do calendário oficial de festas do município e conta com o apoio da Prefeitura de São José dos Pinhais.

A Festa será realizada no salão de festas da Igreja Ucraniana Santíssima Trindade, e acontece em prol da construção da nova igreja da região. A gastronomia contará com diversos produtos, entre eles comidas típicas da Ucrânia, como o perohê, perohê assado, holuptzi, pão ucraniano e o kutiá. Esta é uma festa de tradição, cultura e muita diversão, já que diversas atividades estarão disponíveis ao público.

Programação:

10h: Santa Missa
12h: Almoço com tradicional churrasco, risoto e comidas típicas ucranianas
13h30: Roleta e Bingo
13h45: Apresentação do Grupo Folclórico Ucraniano Soloveiko
14h15: Bingo a milho
17h30: Show de prêmios

www.sjpnews.com
www.sjp.pr.gov.br
Ponto de ônibus antigo na Rua Vila Nova

Os usuários do transporte público de São José dos Pinhais, frequentemente reclamam das condições em que os pontos de ônibus encontram-se, principalmente na área rural. A falta de manutenção deixa os usuários expostos às intempéries climáticas causando revolta e insatisfação.


A situação é de conhecimento do jovem Vereador Alex Purkote de longa data, que em episódios anteriores ao seu mandato fazia a manutenção por conta própria, mas agora, no uso de suas atribuições, encaminhou um pedido ao secretário de transportes da cidade solicitando informações sobre a empresa responsável pela manutenção e conservação dos pontos de ônibus, bem como, sua disponibilidade em estoque.

O respeito pelos usuários é prioridade para o vereador, que aguarda o parecer da prefeitura para que possa cobrar novas estruturas para a área rural. Alex disponibiliza seu gabinete para toda a população São Joseense trazer suas sugestões de melhoria para a cidade, esperando assim que todos participem de sua gestão de forma ativa, e juntos construírem uma cidade melhor para todos.


SJPNEWS.COM
 

O fim de semana será de sol e com temperaturas altas em todo o Paraná, segundo o Instituto Meteorológico do Paraná (Simepar). Para esta sexta-feira (13), não há previsão de chuvas, nem mesmo de pancadas isoladas de fim de tarde, como tem ocorrido nos últimos dias. A máxima na capital deve ficar em torno de 28ºC. 

A Somar Meteorologia prevê pancadas bem isoladas de chuva em algumas regiões, mas sem intensidade.
No sábado (14), a temperatura máxima pode chegar a 30ºC na capital. Em Guaratuba, no litoral, a máxima também deve ficar na casa dos 30ºC no sábado e no domingo (15).

Já em Foz do Iguaçu, na região oeste, o fim de semana promete temperaturas ainda mais altas acima de 34ºC. Na região norte, em Londrina, o fim de semana terá máximas em torno de 32ºC.

www.sjpnews.com
 www.g1.globo.com


O governador Beto Richa anunciou nesta quinta-feira (12), em Curitiba, ao concluir a formatura de quase 2.800 novos policiais e bombeiros, a contratação de mais 200 suplentes do concurso da Polícia Militar, que também concluíram a formação. "Chegamos, assim a quase 3 mil novos profissionais da Polícia Militar. Isso é uma demonstração clara da nossa prioridade à segurança pública, que é o grande clamor da população, e evidência da saúde financeira do Paraná", afirmou o governador.

"Enquanto muitos estados estão com dificuldades de pagar seus servidores, graças ao ajuste fiscal que promovemos no Paraná, temos condições não só de pagar os salários como contratar novos servidores para uma área tão essencial como a segurança", ressaltou.

Na solenidade de Curitiba, a quinta desta semana, se formaram 1.098 soldados, sendo 786 policiais e 312 bombeiros, que atuarão na capital, na Região Metropolitana e no Litoral. A solenidade lotou o estacionamento do Palácio Iguaçu, com a presença maciça de familiares e amigos dos novos soldados. Muitos levaram crianças vestidas com a farda da Polícia Militar. "Ver o entusiasmo e a alegria dos novos soldados nos indica que estamos no caminho certo", afirmou o governador. Durante a semana, ele participou de formaturas em Londrina, Maringá, Cascavel e Ponta Grossa.



Em Curitiba, o governador ressaltou a assinatura, também nesta quinta-feira, do contrato de financiamento com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o Paraná Seguro, programa que concentra as diversas ações e investimentos em segurança. "Vamos investir fortemente em mais equipamentos, mais viaturas e em aperfeiçoamento dos nossos policiais", disse ele.

Além da ampliação do efetivo, destacou o governador, o Governo do Paraná fez investimentos em melhoria nas condições de trabalho das polícias. Ele citou a suplementação, em R$ 103 milhões, do orçamento da Secretaria da Segurança Pública, para compra de mais 1.100 viaturas novas, que se somam às 1.200 adquiridas há dois anos. Foram comprados também 8 mil coletes balísticos, armas e munições. "Aguardamos a entrega de armas de longo alcance para melhorar a segurança de nossos policiais no combate ao crime", disse o governador.


Ele falou sobre a valorização dos servidores e lembrou que o Governo Estadual está implantando progressões e promoções para os funcionários. Só na Polícia Militar serão implantadas, a partir de janeiro, 1.600 promoções e 9 mil progressões. "Praticamente a metade do efetivo de policiais militares receberá aumento nos seus salários".

O reforço no contingente da Polícia Militar se reflete diretamente na redução da criminalidade, segundo o secretário de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita. "Os novos policiais e bombeiros militares passaram por dez meses de formação, com aulas e estágios operacionais nas ruas. Estão preparados para o policiamento preventivo e ostensivo. O efetivo bem aplicado, obedecendo estatística de incidência criminal, tem o reflexo imediato na diminuição dos crimes", explicou. "Os soldados já estavam atuando nas ruas durante o estágio operacional. Agora, com a formatura, eles serão distribuídos conforme a necessidade dos municípios", disse ele..

Para o comandante-geral da PM, coronel Maurício Tortato, a contratação de novos policiais é o investimento mais importante na área de segurança. "Ainda que a gente invista muito em tecnologia, em material bélico e viaturas, o imprescindível para a segurança das nossas famílias e das comunidades é a presença ostensiva e a atuação do militar estadual. "Os novos soldados que integram as forças de segurança do Paraná são uma demonstração do respeito do governador com a sociedade e a Polícia Militar", complementou.

Preparação – O comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Juceli Simiano Júnior, destacou a preparação dos novos bombeiros, que tiveram formação de 1.700 horas em sala de aula, além do estágio operacional. "Tenho a convicção de que estão preparados para desempenhar plenamente suas atividades em Curitiba, Região Metropolitana e no Litoral", afirmou.

De acordo com ele, parte do efetivo já será destacada para o Litoral para reforçar a operação Verão Paraná. "Darão suporte em atividades de busca, salvamento, incêndios e todas as outras ações inerentes ao Corpo de Bombeiros", explicou.  


www.sjpnews.com
www.bonde.com.br

Receba nossas notícias!